Epicuro


Deus, ou quer impedir os males e não pode, ou pode e não quer, ou não quer nem pode, ou quer e pode. 
 
Se quer e não pode, é impotente: o que é impossível em Deus.
 
Se pode e não quer, é invejoso: o que, do mesmo modo, é contrário a Deus.
 
Se nem quer nem pode, é invejoso e impotente: portanto nem sequer é Deus. 
 
Se pode e quer, que é a única coisa compatível com Deus, donde provém então existência dos males? 
 
Por que razão é que não os impede?



Sobre este importante tema não deixe de assistir a palestra ministra por Ed René Kivitz...

Oséias 8.7 "Os que semearam ventos vão colher tempestades! Não vai haver colheita."






 
Postar um comentário