TRAIÇÃO E MEDO DE PERDOAR!


From: TRAIÇÃO E MEDO DE PERDOAR!
Sent: Sunday, February 22, 2009 9:30 PM
Subject: ACONSELHAMENTO

Olá,

Escrevo porque preciso desesperadamente de um aconselhamento:

Estava vivendo maritalmente com um homem. Ele parecia muito carinhoso e todos percebiam o quanto ele me amava...


Entretanto, em meados de dezembro passado as coisas foram mudando. Ele ficou distante, frio sexualmente, nervoso.


Começamos a ter problemas com as filhas que ele tem de outro casamento. A ex-mulher sempre nos ligando, a família dele começou a insurgir-se contra mim...


Então resolvi viajar para que as coisas se acalmassem.


Porém, ao chegar, minha decepção aconteceu de fato.


Após ser maltratada por ele, instintivamente olhei seu celular e encontrei uma mensagem (de retorno) muito, muito pornográfica.

No mesmo instante deixei nosso apartamento. 


O fato de imaginar tudo como era antes, e o que aconteceu..., me revolta. 

Mas ele tem me procurado, não pude conversar ainda, pois estou muito deprimida, mas gostaria muito de ser feliz.


Quem sabe tentar novamente.

Eu o amo demais, mas tenho medo que tal fato se repita.

Pode parecer loucura, mas apesar de tudo sei que ele também me ama.

Mas o que devo fazer? 


Atenciosamente,



Resposta:

Minha amiga: Graça e Paz!

Traição é do diabo; é do inferno sempre; é do mal.

Traição abre a porta para tudo quanto seja lixo na alma.

As mentiras se instalam; e mais: as raivas também.

Não podendo se culpar o dia todo, o traidor transfere a culpa para o traído, como se ele só estivesse traindo por culpa do outro.

Mulheres traindo tendem a ficar mais meigas e cuidadosas com os maridos. Mas os homens em geral ficam hostis com a mulher traída.

Nem toda grossura é fruto da culpa de se estar traindo, mas quase todo homem que está traindo fica hostil com a mulher.

Se você crê que ele ama você, então, converse com ele, e, em havendo sinceridade, acolha-o outra vez.

Entretanto, peça a ele que seja sincero; pois, caso não deseje continuar, nada os impedirá de se separem com amor e respeito.

A espada da traição é uma das mais agudas e dolorosas.

Dê a você mesma o direito ao silêncio!

Se ele quer você, então, que se ponha na posição do arrependido, e, com sinceridade, que dê a você a paz que você precisa para aceitá-lo de volta.

Em qualquer caso, se você o acolher outra vez, faça isto sem medo.

Com medo não dá nem mesmo para perdoar!

No medo não haverá amor e nem perdão.

Sim! No medo não há cura!

A alma somente é curada na confiança!

Assim, se você for acolhê-lo, faço na confiança. Se ele não aproveitar, você, todavia, terá feito a sua parte.

Deixe, no entanto, que o luto amadureça na alma dele. Por isto, não vá logo se rendendo... 

Espere uns dias. Deixe-o refletir.

Se, no entanto, você o receber, perdoando-o, perdoe-o de uma vez; pois, não vale dizer “vem” apenas para ficar jogando na cara dele o que houve.

Receba meu carinho e minha oração por você!

Nele, que perdoa todas as nossas iniqüidades,


Caio, 23 de fevereiro de 2009 - Lago Norte - Brasília - DF




Fonte: http://www.caiofabiofilho.com.br/2009/conteudo.asp?codigo=04342
Postar um comentário