É Seleção Mano!

O Mano não saiu do Corinthians...

Ele apenas estendeu o timão.

Ele foi aquele que aceitou um desafio que qualquer recusaria...

Que foi resgatar a honra do Corinthians e dos corinthianos.

O Mano não traiu o timão, e nem se vendeu a CBF.

Em termos financeiros não era tão compensador ir à seleção.

O que levou o Mano lá é sonho que todos nós temos desde a infância.

A seleção brasileira é o ápice de qualquer atleta ou membro de comissão técnica.

O Corinthians não foi um trampolim para o Mano ganhar dinheiro, mas foi uma escola das mais duras e problemáticas que ele já estudou.

Só não foi 10 por não nos dar a tão sonhada libertadores.

Mas ao menos resgatou nossa dignidade.

Saímos de maneira triste, dolorosa e até certo ponto injusta, mas saímos de cabeça erguida, com dignidade, com o orgulho de ser corinthiano, de não tirar a camisa do corpo no outro, enfrentando a inveja de nossos adversários que já conquistaram a libertadores, mas nunca terão dentro de si o espírito guerreiro e fiel que só um corinthiano sabe o significado.

Valeu Mano.

Você será o timão no Brasil, e o Brasil com você é mais Corinthians!

João Vicente Ferreira Neto

Postar um comentário