Ouvindo Vozes de Estranhos

Ouvindo Vozes de Estranhos

“Todavia, de modo algum seguirão a um estranho; ao contrário, fugirão dele, porque não conhecem a voz de estranhos”

Leia o Evangelho de João, Capítulo 10

Talvez Jesus dissesse hoje, para suas atuais ovelhas que infligiram sobre si uma auto-perdição: Disse eu no passado sobre as ovelhas do tempo que vivi encarnado entre vós: ‘de modo algum seguirão a um estranho’.

Quanto a vocês não posso dizer o mesmo. ‘De algum modo vocês seguem a estranhos, não fogem deles, embora sabendo que as vozes-conselhos são estranhos, vocês os ouvem, pensando encontrar neles alguma sabedoria, que vocês sabem, não encontrarão. Vocês gostam de ouvir estranhos!

Vocês gostam de chamar o ladrão de meu pastor!

Gostam do ladrão de emoções!

Gostam, não do que entra pela porta, mas do que sobe pelo muro, visto que se viciaram em uma adrenalina-mania-de-perigo.

Vocês não amam a paz.

Acolheram o ladrão e suas práticas.

O ladrão, diferente do Bom Pastor, não vai adiante de vocês para os prevenir e evitar colocá-los em situação perigosa. Ele os coloca adiante dele, para que vocês sejam os primeiros a sofrerem, e vendo o mau que lhes sucede, ele escape ileso.

Vocês amam serem laranjas psicológicos dos vossos pastores-ladrões, para que eles possam praticar os roubos e serem protegidos por vossas identidades-alma.

Você não amam a Verdade. Adoram uma mentirinha literária dita no gozo do rastro de palavras bem arranjadas.

Vocês adoram sermões. Não amam a Palavra.

Amam a liturgia do roubo, praticada diante de vocês.

Vocês não querem ser guiados para fora. Amam um aprisco-igreja pastoreado por ladrões, pulando por todas as partes, vindo por todos os lados, levando de vocês a saúde, o dinheiro, a alegria de viver a vida em Cristo, a paz, e tudo de bom que por Deus tenha sido dado.

Resolveram abraçar a morte e chamá-la de minha amiga.

Vocês não querem enfrentar a vida, tendo adiante de vocês, o Pastor das ovelhas.

Eles, os ladrões, não os chamam pelo nome, (como o Bom Pastor) pois vocês são uma massa de manobra, não tendo qualquer individualidade, e os guiam para fora, para o abismo. E isto quando não os guiam para dentro do abismo-igreja.

Vocês não mais reconhecem a voz do Pastor de vossas almas, fizeram do ladrão o vosso pastor e do assaltante o vosso conselheiro. E isto em muitas dimensões da vida.

Ouçam somente a voz do Pastor das ovelhas.

De coração o meu desejo é que você seja (ou torne-se) ovelha, mas talvez Jesus te diga: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, somente”.

Anderson Rio Branco

Fonte: http://caminhojp.blogspot.com/2010/11/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.html?spref=fb&ref=nf
Postar um comentário