Prisão Pollsmoor - Crescendo em graça... I


A última vez que visitei a igreja Rhema eu lhes falei sobre Joanna Flanders-Thomas, mulher notável que primeiro trabalhou contra o apartheid e depois voltou sua atenção para um problema local, a prisão mais violenta da África do Sul, onde Nelson Mandela passou oito anos de reclusão. Joanna começou a visitar prisioneiros diariamente, levando-lhes uma simples mensagem evangélica de perdão e reconciliação. Ela organizou um pequeno ministério com o grande nome de Centro de Esperança e Transformação. Durante o ano anterior a suas visitas, a prisão registrou 279 atos de violência; no ano seguinte houve dois; e no subsequente, oito. Os resultados obtidos por Joanna atraíram a atenção dos produtores da BBC, que enviaram uma equipe de filmagem de Londres para fazer dois documentários sobre o trabalho dela, cada um de uma hora de duração.

Eu lhes disse que conheci Joanna e seu marido num restaurante à beira-mar na Cidade do Cabo. "Eu vi os documentários da BBC, mas ainda não entendi", disse eu. "Esses sujeitos são monstros - estupradores, assassinos. E, pelo que pude ver, você simplesmente promovia estudos da Bíblia, jogos de confiança (*), reuniões de oração. O que foi que realmente transformou a Prisão Pollsmoor?". Joanna olhou para o alto e disse, quase sem pensar: "Bem, é claro, Philip, que Deus já estava presente na prisão. Eu só precisei torná-lo visível".

O comentário improvisado de Joanna tornou-se para mim uma declaração do lema de como deve ser a vida de um seguidor adulto de Jesus. Conhecemos as qualidades de Deus: justiça, retidão, compaixão, misericórdia, graça, amor. Por alguma razão, Deus escolheu transmitir essas qualidades na terra por meio de seres humanos como nós. Isso pode ser uma tarefa assustadora, eu lhes asseguro; mas eu a vi realizada por pessoas comuns aqui na África do Sul.

(*) Nome genérico para certos jogos ou atividades físicas que exigem a total cooperação mútua entre os participantes. (N. do E.)

P.S: Trechos retirados do Livro - Para que Serve Deus: Em Busca da Verdadeira Fé de Philip Yancey, Capítulo 6 - O grupo mais improvável, Palestra: Crescendo em Graça, páginas 160 e 161.
Postar um comentário