Olimpíadas, Futebol e Ignorância...




Aos mal esclarecidos e que fazem questão de ser IGNORANTES: Futebol "é" uma modalidade esportiva que se joga COLETIVAMENTE.

Judô, Natação, Atletismo, Ginástica, Boxe e tantos outros esportes NA SUA GRANDE MAIORIA são modalidades esportivas disputadas individualmente!

A crítica não é apenas aos atletas, mas sim ao grupo que comanda todo o Ciclo Olímpico brasileiro independente da modalidade esportiva.

O problema não é ter estádios, realizar uma Copa ou Jogos Olímpicos. Gente ignorante, sem conhecimento histórico é que acredita haver a impossibilidade de ser um país melhor em segurança, saúde, educação e em tantas outras áreas e ao mesmo tempo realizar uma Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

O problema do Brasil SOMOS NÓS O POVO. O último grande movimento, a última e mais impactante mobilização nacional no Brasil foi o MOVIMENTO ESTUDANTIL "Os Caras-Pintadas".

Ainda aos ignorantes sobre a relevância histórica do futebol na década de 1980 um movimento conhecido por "A Democracia Corinthiana", liderado por um grupo de futebolistas politizados como Sócrates, Wladimir, Casagrande e Zenon, constituiu o maior movimento ideológico da história do futebol brasileiro.

Em 2004 a seleção brasileira de futebol foi capaz de parar uma guerra e trazer um alento de paz ao povo sofrido do Haiti.

E mais: Atletas como Cesar Cielo não são desamparados, não foi as Olimpíadas sem ajuda financeira, a maior prova é a crise interna no maior clube de Futebol do país, o Clube de Regatas do Flamengo em que seus principais diretores formalizaram um contrato com Cesar Cielo, mas ninguém sabe os valores e o que esta previsto no contrato. Cielo ainda tem mais quatro patrocinadores individuais. Atletas de ponta não ficam ao relento sofrendo dos dissabores da vida.

Fabiana Murer é a atual Campeã mundial indoor e outdoor do salto com vara e conta com o apoio de três patrocínios individuais fora os da CBAT quando compete representando a seleção brasileira. A própria atleta admitiu após a prova: "Agora foi totalmente culpa minha, eu não consegui fazer. Eu tinha todo o material, todas as condições iguais às das outras meninas, e eu acabei não conseguindo."

A crítica é sim as "autoridades" que governam o Brasil, e aos atletas de "ponta" que afirmamos ter. Podem ficar com a certeza que não há um atleta de "ponta" que esteja nos jogos sem apoio ou grande investimento. Por exemplo o futebol feminino a seleção quase que inteira padece em vários aspectos, mas as duas principais estrelas ganham muito bem, só a meia atacante Marta chegou a receber na Suécia nos dois últimos anos um salário mensal com moeda convertida de R$ 100 mil reais.

Sendo assim o problema não é o futebol, não é ter uma Copa e os Jogos Olímpicos, mas ter conhecido de causa, embasamento histórico para poder criticar. E da mesma maneira que é difícil ganhar uma medalha olímpica é muito difícil ganhar uma Copa do Mundo de Futebol, o diga a melhor e mais maravilhosa seleção de futebol de todos os tempos como é considerada, a seleção brasileira de 1982, eliminada pela Itália.


João Vicente Ferreira Neto
3 comentários