— Onde entra a reencarnação em sua filosofia espiritual?


— Onde entra a reencarnação em sua filosofia espiritual? — me perguntou.

— Não entra!

— Como não entra?

— É que é uma coisa muito antiga e é pensada com categorias de pensamento que não cabem mais; não cabiam em minha fé antes, e hoje não cabem nem no que a ciência chama de universo.

— Como? Não estou entendo!

— É que o tema, tratado de modo filosófico e religioso. Foi “inventado” no tempo em que a eternidade era pensada como diferente do tempo apenas porque seria um tempo-sem-fim. Tudo o que existia em tão era a noção linear de tempo. Então, para purificar alguém ou punir alguém...as imagens eram todas relacionadas ao tempo...tinha-se que purgar pecados com o tempo de sofrimento; ou tinha-se punir alguém que fosse “mau” deixando a pessoa no tempo-sem-fim em punição. No seu caso, tinha-se que voltar a nascer em fases diferentes da história para poder haver remendo para os equívocos anteriores....sendo que o curado, tinha, na melhor das hipóteses, apenas pulsões inconscientes de suas existências anteriores...e pelas quais estava sofrendo de volta na terra...tendo que aprender da própria ignorância...para sempre. Hoje em dia já se sabe que na estrutura da própria matéria, existem coisas que não estão vinculadas à linearidade do tempo-espaço. 

— Você fala de quê?

— Falo que toda essa conversa de reencarnação é primitiva demais...não subsiste ao conceito de eternidade, pois não sobrevive num “ambiente” onde o tempo e o espaço não existam...e a Consciência é um fenômeno muito mais para o quântico do que para a linearidade do tempo.

— Desculpa!!! Como???

— Ora, se a própria física quântica nos põe diante da possibilidade em que a realidade se manifesta também “fora da linearidade espaço-tempo”; então, por que se a própria matéria pode escapar a tal “prisão”, como a Consciência, teria que ficar presa a essa sucessão de reencarnações nas quais nascesse esquecido...a fim de curar justamente aquilo do que não se tem lembrança?! Meu querido, se eu fosse de sua crença, com certeza, reencarnacionista eu não seria jamais...se não fosse por descrer da “filosofia e de sua psicologia” reencarnacionista....seria por uma simples questão de não ver o tempo-espaço com qualquer semelhança com eternidade...onde a Consciência pertence. Mas isto é só para começar. O problema mesmo é outro!

Leia mais (continuação) acessando um dos sites abaixo:

Assista - Chico Xavier e o Espiritismohttp://www.youtube.com/watch?v=XPTOB6HSreo

Por Caio Fábio de Araújo Filho
Postar um comentário