Tem haver...




Até quando as pessoas vão insistir que estas manifestações tem haver exclusivamente com o aumento das passagens de ônibus? 

Não se trata de um protesto contra o PT ou PSDB, tem uma magnitude diferente da "revelada e percebida".

Tem haver com as PEC'S não aprovadas quando são para o benefício da população;

Tem haver com as PEC'S aprovadas nas sessões e plenárias que se dão as surdinas no calor das noites quando beneficiam apenas a patota política;

Tem haver com a redução salarial dos professores;

Tem haver com o aumento do combustível e dos alimentos;

Tem haver com uso indevido da máquina pública;

Tem haver com o desvio de verba arrecadado por meio dos impostos e tributos pagos pelo povo, dinheiro este que deveria ser voltado para uma segurança, saúde e educação de qualidade, mas que na prática não se vê. 

A segurança só é útil para proteger os bandidos e calhordas de colarinho branco;

A saúde é adoecida, em coma, por não se dizer morta;

E a nossa educação é analfabeta. 

Tal movimento pode ter usado o pretexto do aumento das passagens, mas é o reflexo da indignação do povo diante da corrupção desenfreada que assola nosso país...

Tem haver com os esquecidos nos sertões nordestinos;

Tem haver com o povo indígena que ano após ano é violentado e abandonado, forçados a deixar o solo de suas origens em detrimento dos interesses de um grupo restrito de empresários "poderosos" que visam apenas o enriquecimento e nada mais;

Tem haver sobre tudo, com a omissão de um povo, marcado pela dor e indiferença, causadas em partes por aqueles que deveriam representá-los. 

Tem haver que...

Não é por centavos, é por direitos!

João Vicente Ferreira Neto
Postar um comentário