As lágrimas de Marina...





As lágrimas de Marina...

As lágrimas de Marina é acima de tudo a constatação plena de ruptura com aquilo que ela chama de velha política;

As lágrimas de Marina significa que o político não precisa ser politiqueiro, mas acima de tudo pode ser, ser humano;

As lágrimas de Marina dá a oportunidade do eleitor se tornar indivíduo que tem coração, alma, consciência, alegrias, dores, razão e emoção;

As lágrimas de Marina nos ensina que um presidente é muito mais que a aparência, é muito mais que as expectativas antecipadamente frustradas que se gerou em torno do outro, o tendo como um messias, sem que este o seja;

As lágrimas de Marina é a possibilidade de enfrentar as tristezas e amarguras de uma noite para se renovar, se reinventar, se alegrar ao alvorecer;

As lágrimas de Marina não se trata de oportunismo, se trata sim de pequenas fraquezas que a cada gotícula causa perfuração em pedra dura;

As lágrimas de Marina são as minhas lágrimas, são as suas e de todo aquele que é covardemente apunhalado por alguém a quem aprendemos a admirar no curso da existência;

As lágrimas de Marina são de todos aqueles que se identificam com os sofrimentos de um povo que aparentemente é frágil, mas resistente, que chora hoje, mas sorri no amanhã, que chora por ter razões para chorar e se alegra com o que se deve alegrar;

As lágrimas de Marina são as lágrimas de alguém que enfrenta todo tipo de calunia, de humilhação, de difamação, de inverdades, por parte daqueles que são sedentos pelo poder, e o querem apenas por querer;

As lágrimas de Marina são acima de tudo, as lágrimas de alguém que almeja e sonha com uma profunda mudança de um país afundando nas tramóias, trambiques, negociatas, corrupções, impunidades, escândalos seguidos, uns engavetados outros expostos e motivo de glória para alguns que fazem pouco caso da consciência de milhares de brasileiros;

As lágrimas da Marina é a realidade nua e crua diante dos nossos olhos, de alguém que está disposto a não nos enganar, que deseja e vive as alegrias e dores da vida, de alguém que não é mera representação de projeto de poder, que não é marionete e fantoche de alguém que comanda nos bastidores, de alguém que surgiu do nada, apenas para atender as demandas de alguém que tem influência sobre a nação;

As lágrimas de Marina são lágrimas de esperança, lágrimas de sinceridade, lágrimas que nos faz nos identificarmos com ela, pois a mesma deixa evidente que não pretende representar um papel ao chegar a presidência da república, mas que será cada um nós, na cor, na fé, na razão, na sexualidade, na consciência, no respeito, na adversidade, na bonança;

As lágrimas de Marina nos dá a opção entre o ter e o ser, entre ostentar o que não somos e realmente construirmos um caminho que nos tire apenas da existência fria, omissa, sombria e indiferente, e nos coloque no chão da vida, sabendo que os dissabores virão, e que não é feio chorar, que não é medíocre chorar, as lágrimas do David Luiz é um símbolo disto;

As lágrimas de Marina não são como a do Lula que chorou junto ao caixão do Eduardo Campos ao perder literalmente um amigo em um acidente tão trágico, as lágrimas de Marina são as lágrimas de alguém que foi covardemente apunhalada por alguém que foi seu mentor, por alguém que a conhece como poucos e sabe bem quem ela é e sua essência, mas que pensando meramente no seu estômago preferiu destruir um amizade de anos por um cargo que nem para ele será, as lágrimas de Marina é por ter sido tratada como morta, mas não porque foi acometida por um acidente fatal, e sim porque aquele que se disse amigo durante anos, escolheu extirpa-la de dentro de si;

As lágrimas de Marina são as lágrimas de todos aqueles que experimentaram uma dor mais profunda que o ódio, que é a dor da indiferença, e o pior, indiferença não por parte de um estranho, mas de alguém que caminhou com ela por 30 anos;

As lágrimas de Marina são os renascimentos que vivemos diversas vezes nesta vida, é como a biorana preta que é mais frágil, e sofre a pancada agressiva do machado, ela enverga, mas não quebra, e é sustentada pelas mãos e pelas pernas do povo que não a desampara e que juntos com ela governará a nação;

As lágrimas de Marina são as lágrimas de um povo sofrido que anseia por mudanças, são as lágrimas do povo brasileiro!



João Vicente Ferreira Neto
Postar um comentário