O ser e o ter, viver e/ou existir?!


O ser e o ter, viver e/ou existir?!

Ao mesmo tempo que é antigo o debate, também o é atual.

O x da questão reside no antagonismo incompreendido por muita gente.

Ser nada tem haver com o ter, e vice versa.

Mas seja pelas exigências ou convenções sociais, foi "implantado" na consciência das pessoas que se um indivíduo não tiver algo, não construir alguma coisa, tudo sob o prisma, reitero, das exigências, demandas e convenções sociais, tal indivíduo é, como dizem: "um Zé ninguém e/ou porra nenhuma".

Daí tais pessoas terão, terão, terão, comprarão, construirão, se formarão, serão "bem sucedidos", mas nunca serão, e neste caso, não como disse o Capitão Nascimento, mas como disse Oscar Wilde: "viva, pois a maioria das pessoas, apenas existem".



E você o que é ou em que(m) tem(ns) te tornado?

Você vive ou apenas existe?

Sei que é difícil, mas dá para romper com as molduras, com as convenções, com os rótulos, com o determinismo social.

Escolha viver...

Se outros o vêem como um Zé ninguém e/ou porra nenhuma ficará evidente para você que(m) é (o) que(m).

Afinal a estrada é igual para todos, o sol nasce para todos, mas a forma de caminhar na estrada e a maneira de como contemplar e aproveitar os raios do sol varia entre aqueles que vivem e aqueles que existem...

João Vicente Ferreira Neto
Postar um comentário