Baga e Paris...



Baga e Paris...

Nem os cartunistas assassinados na França são mais ou menos importantes que as vítimas que sofreram uma verdadeira barbárie e chacina na Nigéria, e vice versa.

Mas fica evidente a desigualdade sobre todos os aspectos, o quão latente e feroz ela é.

O ocorrido na Nigéria já não se noticia mais, se é que já o foi um dia com grande proporção e impacto, afinal a situação não é "nova", se tornou recorrente, comum, INDIFERENTE E BANAL para a mídia especializada e para os "líderes" mundiais que deram as mãos pelo ocorrido na França, inclusive pelo maior "líder" do país africano.


Abril é conhecido como o mês mais triste e macabro na história da humanidade seja pelo início, pela duração ou pelo término das maiores tragédias e carnificinas, mas pelo visto, nem mesmo o doce novembro resistirá, parece que o calendário inteiro se tornará uma grande mancha de sangue...

Paz... Paz... Paz...

João Vicente Ferreira Neto
Postar um comentário